Your address will show here +12 34 56 78
Marketing Digital

Quem trabalha com marketing costuma pensar que as buscas no Google e os vídeos do YouTube são coisas distintas, que exigem estratégias diferentes e até equipes separadas. Mas os consumidores não têm experiências isoladas. As pessoas usam esses recursos juntos no seu caminho até a compra.

Iremos mostrar algumas ideias que possam ajudar a entender um pouco mais essa incrível conexão entre a busca no Google e Youtube, e como isso pode ajudar o cliente a escolher o produto certo dentro do seu empreendimento.

• As pessoas percorrem a jornada de compra como bem entendem, alternando entre search e vídeos de forma orgânica.
Aproximadamente, 80% das pessoas afirmam que costumam alternar entre buscas no Google e no YouTube quando pesquisam produtos. Cerca de 55% buscam produtos no Google e depois acessam o YouTube para saber mais antes de comprar.

• As pessoas usam vídeos para aprender mais sobre um produto

• Buscas, vídeos e a sua marca
De acordo com a pesquisa no Google, marcas que anunciam com vídeos em paralelo aos ads do Google Search têm uma conversão 3% maior e um custo 4% menor por aquisição de busca, em comparação com anunciantes que usam apenas os anúncios do Google Search.

Dessa forma, o cliente ficará mais seguro ao buscar um produto, e encontrar que além da venda, seu site é responsável também por vídeos explicativos, auxiliando os clientes em sua compra.

0

Marketing de conteúdo, Marketing Digital

As mulheres ocupam cada vez mais espaço nas plataformas online para construir suas narrativas. Isso é mais que uma mera tendência: é uma realidade. Elas vêm fazendo isso ao longo do tempo com consistência, formando vínculos em rede nesse processo. Em 2019, é possível ver todas as caraterísticas refletidas em como o público feminino tem se apropriado do YouTube não somente em busca de apoio, mas também como uma importante ferramenta de ação. Elas geram conteúdo próprio, dão suporte umas às outras, escutam novas vozes e encontram outras formas de ver o mundo.

37% das mulheres não fazem nenhuma outra atividade enquanto usam a plataforma, o que reforça um consumo com atenção mais exclusiva ao compararmos com a TV, por exemplo, onde 19% delas dizem dedicar seu tempo somente a essa atividade.

Além disso, metade das mulheres diz que se sentem mais inclinadas a realizar coisas novas depois de ter consumido conteúdo no YouTube. Também é importante notar que a grande maioria vê a plataforma como local onde elas mais encontram umas às outras, e também onde está a ajuda que procuram. Conexão, autoidentificação, compartilhamento de experiências, conhecimento e ação são palavras-chave entre as mulheres.



Mas o que as mulheres fazem no YouTube?

Pesquisando o público que entra no YouTube, identificamos quatro patrões de interesse, pilares que representam o que cada pessoa busca quando acessa a plataforma. Esses padrões são: entretenimento, conhecimento, conexão identidade.  Observando as mulheres, notamos que, ao consumirem vídeos, elas demonstram padrões de interesse específicos. 
Engana-se quem pensa nos clichês voltados ao “universo feminino”, como maquiagem, dicas de decoração ou culinária. Igualdade de gênero, direitos da mulher e atividades saudáveis surgem com força, assim como privacidade na internet, religião, novos formatos de família, empreendedorismo e economia de forma criativa.

0

Desenvolvimento

A velocidade de sites mobile não costumam ser prioridade para a maioria dos departamentos de marketing das marcas. Talvez você até pense que essa questão deve ser visualizada mais pelos desenvolvedores do que do marketing. Mas isso não é necessariamente verdade. As vezes, as belas imagens que dão vida a uma página podem deixá-la mais lenta se não forem bem usadas. Esse tipo de descuido aumenta o risco de uma taxa de rejeição maior ou menos conversões, ou seja, oportunidades perdidas para lucrar.

Se você está em busca de ganhos na velocidade de carregamento do seu site mobile, comece reavaliando as imagens da sua página. Com elas, sua empresa vai colher os frutos dessa otimização de imagens, e seus usuários vão ter experiências mobile mais ágeis.

Como estamos falando de imagens, é interessante lembrar que devemos priorizar as imagens mais importantes do seu site.
A foto em alta resolução na sua home pode ser incrível, mas será que ela de fato ajuda a transmitir a mensagem que você deseja? Que tal trocar aquele GIF animado por uma animação em código, mais simples e eficiente? Ou, melhor ainda, que tal eliminá-lo?

A animação é ainda mais simplificada na versão mobile, onde ganha um fundo de cor sólida que muda gradualmente em uma sequência em código. A simplicidade dessa opção gerou uma página leve, sem o peso dos frameworks de JavaScript ou arquivos pesados (mesmo na simulação em rede 3G).

Caso a imagem de alta resolução seja realmente necessária no seu site, aconselhamos utilizar um carregamento progressivo com placeholders (dicas, frases ou uma palavra que apareça na página). Isso irá “entreter” o cliente, não deixando-o impaciente diante á situação.

Com essas e outras dicas, a usabilidade do seu site ficará cada vez mais eficiente, transmitindo clareza em todos as páginas contidas nele.

0

WhatsApp chat