Your address will show here +12 34 56 78
Desenvolvimento, Marketing de conteúdo, Marketing Digital

Em resumo, você vai precisar adaptar seu site até o final do ano de 2020 para garantir esta adaptação à lei, estamos aqui para te ajudar a entender o que é necessário ser feito em seu site, hot-site ou até mesmo em Landing Page. Fale conosco sobre as adaptações necessárias para evitar multas.
 

Respeito e tratamento adequado aos dados pessoais

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD ou LGPDP), Lei nº 13.709/2018, é a legislação brasileira que regula as atividades de tratamento de dados pessoais e que também altera os artigos 7º e 16 do Marco Civil da Internet.
O Brasil passou a fazer parte dos países que contam com uma legislação específica para proteção de dados e da privacidade dos seus cidadãos. Outros regulamentos similares à LGPD no Brasil são o Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados (GDPR) na União Europeia, que passou a ser obrigatório em 25 de maio de 2018 e aplicável a todos os países da União Europeia (UE), e o California Consumer Privacy Act of 2018 (CCPA), nos Estados Unidos da América, implementado através de uma iniciativa em âmbito estadual, na Califórnia, onde foi aprovado no dia 28 de junho de 2018 (AB 375).
 
 

Vou pagar multa se não adaptar?

A lei também prevê que o órgão regulador poderá solicitar relatórios de riscos de privacidade para certificar-se de que as organizações estão tratando o tema internamente. As multas previstas para o descumprimento variam de 2% do faturamento bruto até R$ 50 milhões (por infração). Caso tenha interesse em adaptar seu site fale conosco hoje mesmo!

2% do faturamento bruto.

Com a lei sancionada, as empresas passam a ter 18 meses para se adequar às novas exigências. De forma geral, muitas organizações já possuem processos implementados para atendimento da GDPR que poderão ser adaptados para a LGPD. Por outro lado, inúmeras organizações deverão estruturar novos programas de implementação para garantir a conformidade dentro do prazo estabelecido.


Vamos adaptar seu site as novas condições?
Fale conosco via whatsapp (47) 3033-3770

Certificado SSL

Desde 2016 o Google solicitou a todos os domínios e servidores o certificado de segurança SSL para proteção da navegação entre usuários e sites, hoje o certificado de segurança faz parte do nosso check list para se adequar a nova lei.

0

A publicidade online tornou-se uma das opções favoritas para as empresas que querem atrair clientes em potencial, pois permite que eles aumentem sua visibilidade nas principais plataformas da Internet, que é exatamente onde seus clientes potenciais se encontram. Exemplos dessas plataformas incluem Google, Facebook, Twitter e LinkedIn.

Como já sabemos, os usuários clicam em anúncios de produtos ou serviços específicos/segmentados, e com as ferramentas de marketing digital, fica mais fácil criar segmentos de interesses, gêneros, idades, entre outros, que facilitam o encontro entre a sua empresa e o seu público-alvo.
O interessante da utilização dessas ferramentas é que você paga apenas pelos resultados. De forma simples, você decide se paga por impressões, cliques, leads ou conversões. Por exemplo, se seu objetivo principal é aumentar suas vendas, as campanhas voltadas à conversão são a melhor escolha para você.

E como pegamos os resultados? As ferramentas disponibilizam diferentes opções de medição para que você pode descobrir exatamente quantos visitantes, leads ou clientes cada anúncio gerou. Dessa forma, fica mais fácil aplicar as diferentes estratégias de marketing digital para o seu empreendimento.
0

Para que toda empresa tenha sucesso, o fundamental é ingressar o cliente como peça chave dentro do seu empreendimento. Para suprir essa necessidade, os profissionais de marketing buscam constantemente as melhores técnicas de marketing digital para atrair clientes.
Não existe uma receita de bolo para você ler e aplicar no seu negócio. Como tudo no marketing, devemos conhecer o nosso público, testar e medir para ver qual estratégia é a mais eficaz para o seu tipo de negócio.

Como sabemos, o cliente realiza constantes pesquisas no Google sobre algum problema que está enfrentando ou até mesmo um produto que está interessado. Estar em primeiro nos resultados ajuda, e muito, na tarefa de atrair mais clientes.
Para facilitar, existe ferramentas (como Google Trends ou Google AdWords) que possam auxiliar em quais palavras-chaves o seu público-alvo pesquisa, para que possa trabalhar nessas palavras (inserindo em títulos, meta description, links externos, etc) e adquirir o máximo de acessos para o seu site ou blog corporativo.

Muitas empresas que querem se posicionar de forma digital já estão com um blog corporativo como uma técnica de marketing digital para atrair clientes. Totalmente alinhado com a estratégia de SEO, um blog deve gerar conteúdo de acordo com a jornada de compra do consumidor e com as pesquisas que ele faz no Google (como mencionado anteriormente).
Esse blog pode conter diversos tipos de conteúdos que serão utilizados para atração de mais clientes para a sua empresa, como pode exemplo: Entrevistas, Estudos de Caso, Cases de Sucesso, entre outros.

As pessoas tendem a usar mais áudios e vídeos para estudarem algum conteúdo que interessam, e de acordo com as pesquisas realizadas (como por exemplo a Sambatech), cerca de 80% do tráfego de internet no mundo será em vídeos.
Você pode aplicar essa ideia no seu blog corporativo, contendo conteúdos em vídeos curtos, facilitando a sua comunicação com o seu cliente ou público-alvo.
Como dica, aconselhamos realizar vídeos curtos, transmitindo ideias claras e conteúdos alinhados com o título e personalidade da empresa.

Agora que já possui algum conhecimento sobre como aplicar as técnicas mencionadas acima, é importante obter algum feedback dos seus clientes para verificar se as técnicas surgiram efeito ou não. Como dica, aconselhamos ter algum formulário ou landing page para converter todo esse tráfego que você está gerando em visitas e clientes.
0

Assim como qualquer outro tipo de estratégia, a primeira coisa que você precisa saber para implementar o marketing local adequadamente ao seu negócio é pensar no seu potencial consumidor.
Mais do que isso, é preciso entendê-lo, estudando seu comportamento, gostos, preferências e outras peculiaridades que te ajudem a identificar os locais que ele frequenta com mais assiduidade.

Como a ideia é atingir o alvo de acordo com a localização dele, é importante que você também conheça os locais.

Se você tem um negócio físico a tarefa se torna mais simples, pois você já está familiarizado com a região.

Esse estudo de região pode ser comparado quando você analisa os melhores canais para anunciar na internet.

Atualmente, com o crescimento das conexões via smartphone, as opções de anúncios direcionados geograficamente estão cada vez mais presentes.

Essa também é uma excelente opção para você que deseja usar o marketing local. Tanto o Adwords quanto o Facebook, por exemplo, já permitem que você crie anúncios baseados em segmentação geográfica.
0

Antes de tudo, é interessante entender que o Marketing é um conjunto de estratégias que tem como objetivo principal promover algo, seja produto, marca ou serviço.

A única diferença do marketing comum para o marketing local é a localização geográfica de seu potencial público alvo.

Assim como o nome sugere, as ações do marketing local consideram as pessoas mais próximas de seu negócio como potencial consumidor. Ele basicamente trata-se de um conjunto de ações que visam atingir o potencial consumidor mais próximo, geograficamente, do negócio.

0

É sempre importante obter ideias para melhorar cada vez mais as suas campanhas no Facebook, para que elas possam alcançar os resultados esperados.

Então, desse modo, iremos dar algumas dicas de como obter uma boa campanha no Facebook.

Utilize investimento diário na maioria dos casos
Há duas maneiras de utilizar o orçamento destinado a cada campanha.

Orçamento Vitalício

Nesta modalidade, você define um orçamento para toda a campanha e permite que o algoritmo do Facebook defina os melhores dias e horários para entregar seus anúncios. Acontece que, para obter um bom aprendizado e otimizar sua campanha, são necessários no mínimo 7 dias. Os valores de consumo ficam variando até o término da campanha, o que faz variar também os resultados.

Orçamento Diário

Neste, você define um valor máximo a ser utilizado por dia. É a forma mais eficiente de controlar os gastos e ao mesmo tempo forçar a plataforma de anúncios a entregar o consumo proposto. Se houver necessidade de entregar mais rápido os resultados, você ainda poderá aumentar o investimento diário.

Mas qual é a melhor forma?

De acordo com os testes que foram medidos no ROI de cada campanha, foi concluído que o orçamento diário é a melhor opção na maioria das campanhas que são realizadas, pois há mais controle sobre a entregabilidade dos anúncios.

•  Comece sempre com  CPM automático (oCPM)
Além do orçamento, existe também a forma como é cobrada a veiculação dos anúncios no Facebook. As opções principais são: 

Custo por Mil Impressões, mais conhecida como CPM, faz com que sua empresa seja cobrada a cada mil vezes que o anúncio é exibido.
Neste formato, se você definir um lance manual maior do que o apresentado na ferramenta, o Facebook priorizará a entrega dos anúncios no Feed de Notícias.

CPC (Custo por Clique), como o próprio nome diz, cobra apenas se o usuário clicar no anúncio. Esse formato costuma ser a melhor opção se você desejar pagar somente quando uma pessoa de fato clicar no anúncio e for direcionada para seu site.

E por último, o oCPM (CPM Otimizado). Este é o modelo de compra por leilão automático em que o Facebook otimiza sua campanha para ser exibida a quem tem maior probabilidade de clicar e converter. Esse modelo costuma ser mais efetivo e trazer mais conversões do que o lance manual de CPM ou CPC.

Como seu anúncio vai iniciar “do zero”, sem histórico de performance, utilizar o oCPM ajuda o algoritmo do Facebook Ads a definir o público que tende a ter mais afinidade com o anúncio. Caso você ache necessário, depois de um tempo também poderá alterar o modelo de compra e o lance manualmente.

Use CPM para retargeting

No caso do retargeting, como você irá partir de um público pré-qualificado, ou seja, pessoas que já passaram pelo seu site e tiveram contato com sua empresa, não precisará que o algoritmo do Facebook otimize a entrega dos anúncios para as pessoas que tendem a clicar e/ou converter.
Nesse caso, o CPM funcionará melhor.

Comece com um orçamento pequeno antes de “pisar no acelerador”

Evite começar uma campanha utilizando todo o seu orçamento. Pelo contrário, comece investindo pouco para poder medir os resultados e, caso esteja com boa performance, aumente o investimento.
O que normalmente é praticado é que, caso a campanha não esteja dando bons resultados após gastar R$100,00, provavelmente é hora de pausar e tentar uma nova campanha ou uma nova abordagem.

• E se não estiver alcançando bons resultados com oCPM? Lance o máximo do CPA

Como dito anteriormente, o oCPM é ideal para a maioria das campanhas. Caso você não esteja contente com o resultado, mude a forma de pagamento para CPA (Custo por Aquisição), e coloque um valor 20% maior do que você espera pagar por conversão. Isso aumentará a entrega do anúncio.

0

Antes de tudo, é importante entender como os anúncios no Instagram funcionam, para logo após saber como e quem pode anunciar.

O que são anúncios no Instagram?

Os anúncios no Instagram possuem um formato típico de fotos ou vídeos do aplicativo e, partir deles, as empresas podem investir cada vez mais em um contato direto com clientes e possíveis clientes.

A única diferença entre uma foto ou vídeo comum e uma foto ou vídeo patrocinado (anunciado), é a tag “patrocinado” que virá logo em cima da fotografia, a fim de distingui-la.

E porque anunciar no Instagram?

Segundo pesquisas, o Instagram é a plataforma que está em constante crescimento, alcançando mais de 500 milhões de usuários atualmente. A rede está presente na maioria das vidas dos jovens (se o seu público-alvo é esse, então aproveite!), então a oportunidade de obter seus clientes, fica cada vez mais visível.

• Quem pode anunciar no Instagram?

A plataforma desde 2015, disponibilizou a ferramenta de anúncios para todos os usuários, então você consegue entregar anúncios criativos e com conteúdo bem trabalhado para todos os usuários da rede de forma simples e fácil.

0

Facebook tem uma manipulação incrível quanto a isso. Ele literalmente deixa você investir de acordo com o que deseja, e de acordo com isso, ele irá obter o maior número de resultados possível por esse valor. Se quiser gastar R$ 5,00 por semana, você pode. Se desejar gastar R$ 50.000 por semana, também pode.
É claro que anúncios avançados exigem um valor mínimo de gasto para funcionarem. Mas fique tranquilo, você será notificado sobre isso.

A plataforma disponibiliza duas maneiras de definir o seu custo:
• Valor total gasto
• Custo de cada resultado obtido 
Você controla o valor total gasto com o seu orçamento. Você controla o custo por resultado com a sua estratégia de lance. (Se não tiver certeza sobre como dar lances, o Facebook gera automaticamente isso para você, com a intenção de gastar seu orçamento de forma uniforme ao longo do tempo de veiculação do seu anúncio).

Vale ressaltar que a plataforma oferece formas para garantir que você não gaste mais do que deseja:

Limite de gastos da companha: Defina o valor máximo que você está disposto a gastar em determinada campanha de anúncios.

Limite de gastos da conta: Defina o valor máximo que você está disposto a gastar em todas as campanhas que está veiculando.

Dessa forma, o valor depende do quanto você quer disponibilizar para investir nas suas publicações.
0

Marketing de conteúdo, Marketing Digital
Antes de tudo, é interessante entender que o Perfil Comercial foi criado com o intuito de divulgar os produtos e serviços que a empresa disponibiliza para os seus clientes.

Anteriormente, o Instagram disponibilizava os mesmos recursos de divulgação para ambos perfis (pessoal e comercial), até que de acordo com as pesquisas, foi visto que possuía uma demanda significativa na busca de serviços e produtos dentro do próprio aplicativo.

Desde então, a plataforma disponibiliza ferramentas onde você pode traças suas estratégias de marketing, divulgando suas vendas e melhorando sua comunicação com o cliente.

E como funciona o Perfil Comercial do Instagram?

Em primeiro lugar, você precisa deixar seu perfil aberto ao público.

Em seguida, já é possível ativar esse perfil sem precisar pagar nada.

Além disso, se você não quiser, você não precisa desfazer da sua conta pessoal, já que o Instagram disponibiliza a opção de cadastrar mais de uma conta em um mesmo aplicativo. 

Porque você deve ativar o Perfil Comercial do Instagram?

O perfil comercial do Instagram tem o objetivo de ajudar você a alavancar os resultados do seu negócio.

Acesso à Informações Exclusivas do seu Perfil e dos seus Seguidores

Primeiramente, usando o Perfil Comercial Instagram, você tem acesso à informações exclusivas e essenciais para o seu negócio, tais como:

• Número de visualizações e visitas: informações de quantas pessoas visualizaram seu post e de quantas pessoas visitaram o seu perfil.

• Número de impressões: com essa métrica você pode ver quantas vezes as pessoas visualizaram seus posts e visitaram o seu perfil.

• Número de cliques: com essa métrica, você saberá o número de pessoas que acessaram o seu link da Bio e, na seção de Stories, você também pode ver quantas pessoas arrastaram para cima para acessar seu link.

Impulsione sua Divulgação por meio de Anúncios no Instagram

Assim que você tiver uma estratégia de divulgação e de conteúdo estruturada, você pode impulsionar o seu perfil para alcançar mais pessoas do seu público-alvo.

Dessa forma, você deve ter um perfil comercial Instagram para criar anúncios que vão levar o seu negócio para mais pessoas.
0

Marketing de conteúdo, Marketing Digital

Escolher qual rede social a sua empresa deve investir é sempre uma questão difícil, já que depende muito do segmento da sua empresa, pois cada rede social utiliza um diferencial entre as demais. Iremos mostrar alguns segmentos, e que pode ser aplicado também para o seu investimento.

Mercado Gastrônomico
Esse segmento pode aproveitar as funcionalidades de diversas redes sociais, tendo como especial o Instagram. A comunidade consegue trocar informações sobre produtos, obter recomendações e tirar dúvidas.
O Pinterest também é uma boa opção, afinal, a gastronomia é um dos temas que mais fazem sucesso na rede. Se for pensar em receitas especiais, é interessante utilizar o Youtube para engajar o público.

Imóveis
Duas redes sociais ganham importância para esse tipo de segmento: Facebook e Instagram. No Facebook é possível publicar conteúdos sobre o mercado e curiosidades. É interessante utilizar esse canal para passar informações e criar ligações com o público-alvo.
Já no Instagram, o apelo visual ajuda a demonstrar os imóveis. Tire fotos de alta qualidade, mostre diferenciais dos seus empreendimentos.
Caso queira um diferencial, seria interessante um tour pelo imóvel, publicando-os no Youtube. Já pensou?

Sendo assim, é interessante utilizar a base do seu negócio, e verificar qual programa é mais vantajoso para você e sua empresa.

0

PREVIOUS POSTSPage 1 of 3NO NEW POSTS
WhatsApp chat